LOGO_ZENFOODS_FINAL-01.png

A importância do nutricionista no mundo digital



O dia 31 de agosto é o Dia do Nutricionista, uma profissão que vem crescendo junto com a busca do público por hábitos mais saudáveis, principalmente na esfera alimentar.


Você sabia que o primeiro curso de Nutrição do Brasil surgiu apenas em 1939? Sim, na Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo, com duração de um ano, ministrado em tempo integral, dividido em quatro períodos. Em 1966, o período para a conclusão passou para três anos. Em 1972, o Ministério da Educação estabeleceu que tais cursos teriam a duração de quatro anos, divididos em oito semestres.


Apenas em 1967 através da Lei nº 5.276, foi regulamentada a profissão do nutricionista. E em 1978, foi sancionada a Lei nº 6.583, que criou os Conselhos Federal e Regionais

de Nutricionistas com a finalidade de orientar, disciplinar e fiscalizar o exercício profissional.


Como podem ver, tudo muito recente, mas qual foi o impacto das redes sociais nessa profissão? Afinal, vemos diariamente publicações e orientações de pessoas (a maioria não profissionais) sobre dietas loucas e milagrosas. Continue lendo e saiba tudo sobre o assunto.



Somos bombardeados diariamente nas redes sociais com fotos de pessoas saradas e musculosas falando como chegaram naquele incrível resultado em apenas 7 dias. Vale de tudo: dieta paleolítica, cetogênica, low carb, suplementos alimentares, proteínas em pó etc. E como falado anteriormente, a maioria dessas pessoas não têm nenhum tipo de formação acadêmica na área, nem capacidade para instruir alguém em sua alimentação. Essa função é de um profissional importantíssimo de saúde: o nutricionista.


O nutricionista estuda entre muitas coisas as funções fisiológicas do ser humano, aprendendo assim sobre as peculiaridades e particularidades do nosso corpo. Entendem o impacto e necessidade de cada nutriente em nosso organismo, buscando sempre o equilíbrio entre frequência de refeições, exercícios físicos e períodos de descanso, sempre levando em conta aspectos como idade, sexo, peso, altura, doenças, limitações físicas e objetivos de cada paciente.


Mas e as dietas da internet?


Ainda que essas dietas milagrosas das redes sociais possam trazer uma experiência positiva em algumas pessoas, não quer dizer que seja ideal para todos. Pois somente um profissional capacitado (no caso, um nutricionista) consegue preparar um atendimento personalizado de acordo com cada um, afinal somente através de avaliações físicas e exames laboratoriais é possível entender a necessidade de cada um.


O que grande parte dos influenciadores vendem é uma imagem muitas vezes impossível de alcançar, o que pode ser bem prejudicial, tanto para a saúde física quanto para a mental. Por outro lado, os profissionais da nutrição sempre buscarão ajudar os pacientes a atingirem seus objetivos sem deixar a saúde de lado. Perder peso e medidas pode ser atraente de imediato, mas, em longo prazo, uma dieta equilibrada às suas necessidades trará muito mais benefícios.


Mudanças na alimentação afetam cada pessoa de formas diferentes, por isso é muito importante que o nutricionista siga observando a adaptação; assim, é possível fazer os ajustes que se mostrem necessários ao longo do caminho.


E os nutricionistas influenciadores?


Mas no meio desse universo também existem os nutricionistas influenciadores digitais, trazendo um conteúdo de qualidade e orientando o público de forma positiva.


Vamos deixar aqui alguns perfis para vocês acompanharem:


@lealthaisa

@nutri.thyago

@laranesteruk


Você sabia que todos os produtos da Zenfoods foram desenvolvidos por nutricionistas?