LOGO_ZENFOODS_FINAL-01.png

Benefícios da proteína vegana na dieta



Você sabia que a proteína é o principal componente depois da água? Pois é! Mas antes de mais nada: o que é proteína?


Proteína


“Proteína é um tipo de substância formada a partir de um conjunto de aminoácidos ligados entre si (ligações denominadas de peptídicas). Em outras palavras, as proteínas são compostas por moléculas de carbono, hidrogênio, oxigênio e nitrogênio”. Portanto, elas são indispensáveis para o funcionamento do organismo.


Por isso, a maioria das pessoas quando opta em ser vegetariano ou vegano, se preocupa quanto à ingestão de proteína - presente em abundância em alimentos derivados de animais, como carnes vermelhas, ovos, leite, frango e peixe, tendo o receio de que seja insuficiente para o organismo. Mas será mesmo?


A preocupação é extremamente válida, uma vez que a proteína é um nutriente essencial para um bom funcionamento do corpo. Além disso, ela é a fonte principal para a constituição dos tecidos, como músculos e ossos, além de ser fundamental para a produção de anticorpos e enzimas. E sendo assim, não se preocupe pois especialistas dizem que uma dieta vegetariana ou vegana bem planejada pode fornecer todos os nutrientes necessários.


Se você já gostou do que viu até aqui em relação à proteína, a partir de agora você vai passar a amar ela. Você + proteína vegana= match perfeito.



Benefícios da proteína vegana na dieta


Como dito anteriormente, os alimentos de origem animal são extremamente ricos em proteínas, portanto, possuem inúmeros benefícios nutricionais. Entretanto, muito se discute justamente sobre essa procedência alimentar. Tal pauta esteve em destaque recentemente nas redes sociais por meio de um curta metragem Save Ralph, da Humane Society International. Devido a isso e outros motivos como questões ambientais, pessoais ou de saúde, muita gente deixa de consumir produtos de origem animal. E afinal, quais são os benefícios da proteína vegana?


Rica em diversos nutrientes


Como dito, a dieta vegana, se bem planejada, fornece o que é preciso para o organismo. Só que tem mais! Não só supre essa necessidade para o corpo, como também acrescenta à dieta outros nutrientes cruciais para a saúde:

  • Ferro;

  • Viminas (em especial a B-12);

  • Ômega 3;

  • Diversos tipos de minerais;


Dieta capaz de reduzir chances de desenvolver doenças


Estudos mostram que comer legumes de forma regular pode reduzir o risco de câncer em cerca de 9 a 18%. Show de bola, não é?! E ao comer ao menos sete porções de frutas e vegetais frescos por dia, poderá reduzir o risco de morrer de câncer em até 15%.



Benefício físico


Uma dieta vegana regada de proteína, pode ser uma das suas melhores companheiras para manter seu corpo mais forte, saudável e cheio de energia.


Se você deseja emagrecer de forma naturalmente saudável, pode usar essa dieta como sua aliada. A alimentação a base de plantas elimina a maioria dos alimentos não saudáveis, aqueles ​​que possuem a tendência de causar problemas de peso. E claro: consulte sempre seu nutricionista.



Muitas vantagens


Como pôde ver, esse tipo de dieta proporciona muitas vantagens. Além das destacadas acima, você também poderá usufruir de:


  • Uma melhora na digestão;

  • Um aumento na disposição/energia;

  • Um sono de melhor qualidade;

  • Pele, cabelos e as unhas mais saudáveis;


Você sabia de tudo isso em relação a proteína? Independente do tipo de dieta a ser seguida, por esses motivos, as proteínas devem sempre fazer parte de qualquer tipo de alimentação, seja para adultos, crianças ou idosos. E nos produtos da Zenfoods você encontra ingredientes com alto teor proteico, como na nossa Zenleia Antiox, que contém chia, hibiscus e canela - além da proteína de arroz.


Se você deseja saber mais sobre benefícios veganos, leia o livro “Comer para não morrer”, do médico e pesquisador, Michael Greger, que trata de um estilo de alimentação capaz de prevenir, controlar e até reverter muitas das principais causas de morte da atualidade: a dieta à base de vegetais — ou plant-based diet, como é conhecida pelos especialistas. Com uma linguagem clara e ferramentas práticas que nos indicam o que comer, quando e em que quantidade, o livro se fundamenta em estudos acadêmicos para desmistificar a ciência por trás dessa forma de nutrição revolucionária e mostra que adotá-la está longe de ser um bicho de sete cabeças.