LOGO_ZENFOODS_FINAL-01.png

O que são conservantes e seus efeitos à saúde


Todo mundo gosta de ir ao supermercado e ver aqueles alimentos lindos, frescos e com aquela aparência super brilhante. Pois é, posso te garantir que foram utilizados conservantes (na maioria).


Conservantes em alimentos são considerados aditivos alimentares que possuem a função de retardar as alterações causadas pelos microrganismos ou enzimas. Eles podem ser denominados naturais, como por exemplo o sal e o vinagre que são antimicrobianos ou os não naturais (químicos ou sintéticos), como por exemplo o Benzoato de Sódio.


Afinal, faz mal ou não? Continue lendo esse artigo e saiba mais sobre os conservantes e seus efeitos à saúde.


Principais conservantes e sua ação nos alimentos


Ácido Sórbico e seus derivados - Um eficiente microbiano presente há mais de 70 anos. Os sorbatos são muito eficientes na inibição de bolores e leveduras, mas nenhuma eficiência na inibição de bactérias. Ele é incorporado aos produtos através da pulverização ou submersão.


É um composto orgânico e encontrado na natureza. O organismo humano metaboliza o ácido sórbico da mesma forma que os ácidos graxos insaturados, logo é considerado seguro e não venenoso.


Ácido Benzóico - Um dos conservantes mais utilizados e um dos primeiros permitidos pela FDA (Food and Drug Administration). É encontrado em sua forma natural em muitos frutos comestíveis.


O Benzoato de Sódio é produzido a partir da neutralização do ácido benzóico (ou seja, produção sintética e não natural.) O benzoato de sódio é bastante comum e encontrado refrigerantes, sucos, geleias, conservas, molhos, cosméticos etc. De acordo com as entidades reguladoras a substância é considerada segura se consumida dentro das dosagens estipuladas, porém existem alegações e estudos em andamento afirmando que ele é prejudicial a saúde e o consumo pode causar câncer, pois possui a habilidade de privar as células de oxigênio, danificando o sistema imunológico.


Nitratos e Nitritos - São substâncias que previnem o aumento de microrganismos e intensificam o sabor e cor dos produtos, muito utilizados em carnes e embutidos.


A nitrosamina no organismo tem sido associada em estudos recentes ao desenvolvimento de câncer.



Como identifico os conservantes nos alimentos?


SEMPRE VERIFICAR O RÓTULO (desculpa pelo Caps), parece chato mas é muito importante a leitura do rótulo, principalmente quem busca hábitos e uma alimentação saudável. No Brasil os industrializados possuem seus conservantes identificados pelo Sistema Internacional de Numeração de Aditivos (INS).


Existem processos naturais de conservação alimentar?


Sim, nem todo alimento que possui uma validade considerada longa utiliza conservantes químicos ou que sejam prejudiciais à saúde.


Um dos métodos mais antigos e arcaicos de conservação de alimentos é a base de Sal e Fumo (muito utilizado em carne e peixes, como o bacalhau).


As geleias e o Creme de Cacau fit da Zenfoods, por exemplo, não possuem nenhum tipo de conservante e têm uma validade de 12 meses - a partir da sua fabricação.

Como é possível? Pasteurização, um processo que consiste em aquecer o alimento a uma determinada temperatura por um certo tempo e depois resfriá-lo a uma temperatura inferior à anterior, eliminando assim os microorganismos ali presentes. Na sequência o alimento é selado, garantindo por fim que nenhuma nova contaminação.