LOGO_ZENFOODS_FINAL-01.png

Tendências de Alimentação Saudável


A pandemia trouxe grandes mudanças, entre elas a forma de lidar com o tempo e com as coisas, relação com familiares, amigos e desconhecidos. Muitos aprimoraram ainda mais o senso de empatia. A grande maioria desenvolveu um novo olhar com relação à vida.


Outra coisa que também mudou e se desenvolveu um novo olhar (e ainda vem desenvolvendo), é a nossa relação com a alimentação. Então, bora ver novas tendências de alimentação saudável?


O mercado de alimentação saudável


A busca por itens veganos, orgânicos e saudáveis, que já era tendência, se intensificou ainda mais com a pandemia. De acordo com a Associação de Promoção dos Orgânicos (Organis), o consumo de alimentos orgânicos aumentou em 44,5% no país.


Segundo Joe Valle, sócio fundador da fazenda Malunga e dos mercados Malunga, isso já era esperado e que a pandemia veio para adiantar um pouco mais esse processo. “A pandemia trouxe mudanças que antes pensávamos que levariam cinco ou seis anos”, diz ele. “Isso se juntou a um momento especial do agronegócio, que é a questão do conhecimento científico de toda essa parte da produção sustentável, que tem crescido no país e no mundo. Grandes companhias que, antes, se dedicavam à produção de agrotóxicos, hoje prestam muita atenção à questão biológica”, ressalta o empresário.


Com essa nova realidade, cada vez mais presente na vida de diversas pessoas, surgem mais tendências. Continue lendo e confira.



A tendência é ser saudável


Indo direto ao ponto: a principal tendência é ser saudável. Essa é a visão! A saudabilidade veio para ficar, e ela envolve o mix de saúde do corpo, mente e alma. Dessa forma, alimentos que auxiliam no aumento da imunidade tem ganhado cada vez mais o gosto das pessoas.


Uma pesquisa realizada pela Galunion, em parceria com o Instituto Qualibest, aponta que "75% dos consumidores (participantes da pesquisa) disseram que gostariam de comprar comida gostosa, fresca e que ajudasse na imunidade, na sua saúde e da sua família. Com isso, todos os alimentos que tragam algum benefício funcional ganham atratividade, desde melhorar a saúde intestinal até elevar a absorção de vitaminas." E por que essa busca maior por imunidade? Simples: pandemia e a preocupação na imunização a doenças.


Exemplos de alimentos:

  • Gengibre

  • Cúrcuma

  • Semestes de chia

  • Grãos integrais

  • Fontes de vitamina C (acerola, kiwi, limão, laranja, morango, mamão, manga, couve-flor, espinafre e outras frutas e legumes)


Nutrição para o cérebro e aumento na qualidade do sono


Alimentos funcionais estão sendo mais consumidos e apreciados, pelo fato de proporcionar “algo a mais” durante a refeição. O aminoácido L-teanina, que pode ser encontrado em chá verde, é um exemplo. A teanina tem um efeito calmante e sedativo, funcionando como relaxante natural, e ainda ajuda o sistema nervoso (cérebro).


Outra erva é a Melissa (ou erva-cidreira, se preferir), que também possui propriedades calmantes. A Zenfoods, ciente disso, a incluiu em um de seus produtos, trazendo ainda mais benefícios para seus consumidores.


Alimentação sustentável


O foco na sustentabilidade ficou ainda mais evidente na pandemia, e isso reflete diretamente na forma de alimentação das pessoas. A tendência é que haja mais preocupação numa alimentação sustentável, ou seja, aquela que tenha um impacto positivo no meio ambiente de modo geral. Tal comportamento está diretamente relacionado com uma alimentação mais saudável.


A nutricionista Karla Maciel, consultora da Gaea Elementals, ainda dá dicas para você que deseja seguir essa tendência:

  • “Procure comprar alimentos orgânicos, principalmente de pequenos produtores da região, reduzindo a poluição gerada com o transporte”;

  • “Consuma mais alimentos de origem vegetal ao invés de alimentos de origem animal;”

  • “Evite desperdícios: faça uso do alimento de forma integral, aproveitando, também, talos e casca nas preparações. Você pode, por exemplo, usar os talos para fazer farofas ou incluir a casca de frutas no preparo de bolos. Além disso, é importante controlar melhor as porções, preparando apenas o que será consumido, evitando grandes sobras que irão parar no lixo”;

  • “Pense de forma crítica sobre a origem do seu alimento: quais processos passou para chegar até sua mesa? Foi plantado, coletado e entregue para o consumo? Ou passou por diversos processos industriais, como refinamento ou adição de diversos produtos químicos? Quais impactos gerou no meio ambiente?”.


Tudo se resume ao Clean Label!


Todas essas tendências de alimentação saudável se resume ao clean label. Consumir alimentos com maior clareza na composição, sem aquele monte de aditivos químicos, é fazer parte de um novo estilo de vida que ganha cada vez mais força. E você encontra essas tendências nos produtos Zenfoods, dos quais há geleia com ingredientes de ação antioxidante, imunização ou com efeito calmante.


E ae, você já é adepto de algum desses novos costumes? Caso não seja, bora de saúde? Pois essa é a tendência.